6.5.17

o linguajar tá meio de baixo calão

é difícil escrever sobre isso de novo porque jurei para mim mesma que não o faria. mas agora que, depois de meses mantendo tudo firme, hoje as lágrimas começaram a rolar pelo meu rosto e não parecem que vão parar, e eu não consigo nem definir o que me fez tão mal.
poderia voltar na mesma história de sempre, que eu gostava pra caralho dele e por um momento pareceu estar funcionando e do nada não funcionava mais, continuar remoendo os detalhes procurando onde eu errei, continuar imaginando como poderia ser se ele estivesse comigo, mas quando o vi ontem algo mudou. e decidi que essa história vai ser sobre como eu decidi parar de especular de vez.
não aconteceu nada especial, acho que eu só recuperei a visão depois de tanto tempo sem enxergar. como se eu tivesse miopia e finalmente colocasse um óculos. e agora eu me questionei se valeria mesmo a pena e não sei mais qual é a resposta.
mas que já faz muito tempo que eu acredito em uma ilusão, faz.
não foi algo que ele fez, até foi bem atencioso quando nos falamos durante aqueles poucos segundos, foi uma bala perdida que me acertou.
provavelmente é hora de me afastar de vez, até abrir mão da amizade dele, o que não deveria ser tão difícil quanto é.
digo que odeio a namorada dele, mas o meu único argumento contra ela é que é a namorada dele. eu não gostaria de estar no lugar dela e aparecer alguém como eu, então é hora de eu parar de atrapalhar e me libertar desse nó atado a ele que controla todos os meus sentimentos e me decepciona dia após dia. eu queria que tivesse uma fórmula.

ainda assim, não é tudo sobre ele, a ideia geral de eu não ter ninguém e todos à minha volta aparentemente terem têm me deprimido pra caralho. eu não poder sair, beber e me divertir ou ter aspirações para o futuro também fode muito.

talvez amanhã tudo fique bem, mas o hoje é uma merda.

6 comentários:

  1. Queria te dar um abraço agora, e se te conforta, estou na mesma situação. A razão luta contra os meus sentimentos a fim de finalmente me livrar desse nó que me prende ao passado, a ele, e a tudo o que passamos.
    É difícil tomar a decisão de desistir de vez, as vezes só algo doloroso abre nossos olhos o suficiente para vermos as coisas com clareza. Passei essa semana afogada em lágrimas, álcool e romances ruins que encontrei na internet, para finalmente poder enxergar que a vida segue, eu estando bem com isso ou não.

    Espero que você melhore, de verdade.

    ResponderExcluir
  2. Sabe, eu já passei por situações parecidas, dolorosas e muitas vezes eu não sabia o que falar. Eu tenho um ótimo senso de humor para conselhos e sou péssima em relacionamentos. Se você quiser ajuda, ou tiver algo que queira dividir comigo, eu posso te ajudar, te dar um abraço amigo.

    Não se culpe por algo, não precise de alguém para ser feliz, sei que é difícil e que ninguém vai ouvir, mas tente ser esse "alguém" que você precisa para se completar. Amores e desejos se vão, mas você fica, e precisa aprender a lidar com isso.

    Amores ruins são aprendizado! ☺
    Sinta-se abraçada!!
    https://afogandonachama.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. O primeiro passo você já deu: colocar um óculos e enxergar melhor a situação. Esse amor que você sente só a está machucando, então não vale a pena lutar por ele, sei que demora e dói demais, e também sei que não durará para sempre, logo logo você ficará bem e livre desse sentimento. Torço para que esse dia chegue depressa <3.

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir
  4. Olá. Eu já estou acostumada a passar por situações assim. E como se não bastasse eu sempre volto novamente pro erro e sofro ainda mais. Fico feliz esteja disposta a sair dessa, eu não estou pronta ainda para isso, porém, que você fique bem nesse processo. O amor quando não vem para a felicidade ele nem soma. Logo logo esse sentimento passa - te abraçando pela tela - beijos.

    Www.memorizeis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Você começou o texto dizendo que tinha prometido que não escreveria mais sobre isso e eu logo pensei: NÃO!
    Escreva se for necessário. Escrever faz a gente se libertar, ver as coisas com mais clareza, organizar os pensamentos e desabafar. Escreva quantas vezes achar necessário.
    Espero que você saia dessa e que seu coraçãozinho pare de doer. Você ainda vai se recuperar e encontrar alguém que vai te amar tanto quanto você ama ♥ não perca a fé no amor.
    Beijos e muita força

    ResponderExcluir
  6. Não posso dizer que já passei por situações assim, porque é raro eu me permiti sentir tal sentimento, acredite ou não. Quando você sentir necessidade de escrever não se prive disso, mesmo que você repita a mesma coisa mil vezes acalma o coração e alma. Além do mais, faz bem. O melhor você já está fazendo, querer sair da situação, espero que tudo melhore e você se sinta melhor. Até mais!

    ResponderExcluir