11.1.17

Contém 19 vezes “você” e 12 “eu”


querido I,

isso é o que eu te diria, se tivesse coragem de arriscar tudo:
eu não devia ter dito nada. vamos esquecer o que aconteceu e você continua com ela, e está tudo bem, de verdade. que falta de consideração da minha parte não ter esperado o momento certo para te dizer tudo o que estava preso no meu peito. e se me lembro bem, você começava a corresponder, mas eu te assustei.
não é muito difícil lidar com vocês juntos pois nunca tiveram aquele ar de um só. nos bastidores, eu vejo suas declarações e não acho que ela responde à altura. na real? acho que você não deveria estar com ela. não precisa estar necessariamente comigo, mas como você mesmo disse, “não dá pra continuar se machucando nessa relação”.
porém, tenho que admitir que ela faz um papel que eu não poderia encenar. você é um pássaro. ela é a ferrugem na dobradiça da gaiola que mantém a porta aberta. talvez isso seja mais um efeito da falta de sentimento que acho que ela tem por você, mas isso vocês podem resolver. o fato é: eu precisaria estar sempre com você e iria querer te tocar o tempo todo, passar muito tempo a sós. não conseguiria não ter ciúmes das suas amigas e ficaria louca sabendo que você pode estar em qualquer lugar. mesmo assim, para não te sufocar, eu morreria sufocada.
então, acho que você é melhor em termos de amizade. não que faça muita diferença (exceto que seus amigos não te deixam marcas no pescoço). e eu pensei muito sobre e decidi que é sim o suficiente. mas o problema é que você têm vacilado.
a gente não conversa. você está sempre no celular, mas nunca comigo. e estaria tudo bem, já que não é o meu meio preferido de comunicação, mas também não saímos só nós dois para ter conversas significativas sobre a vida. porque sempre tem que ter mais gente. e não me sinto confortável 100% das vezes que saímos com os seus amigos, mas eu me esforço, porque sei que está tentando fazer dos seus os meus amigos.
eu não era nada enquanto ficava no seu encalço. aí você me viu te vendo e me trouxe para a roda. e eu sempre dei tudo de mim e te pus acima de muita coisa movida pelo sentimento que acreditava ter. isso me trouxe dias maravilhosos, e só te trouxeram dias. não que você não goste, mas tem tanta gente que pode te fazer sentir do mesmo jeito (estou aqui tagarelando sobre a quantidade de amizades que você cultiva. desculpa. se não fosse justamente por isso, eu ainda estaria pesquisando seu nome na internet e tentando imaginar o que você tem dentro de si. eu realmente não devia pensar essas coisas, mas às vezes preciso sentir que sou especial).
tudo isso pra te dizer duas coisas: 1. eu disse o que sentia cedo demais e não tinha levado em conta tudo o que era preciso para estar com você. e se fosse tudo verdadeiro, nada disso seria um problema, mas é. então já sabe (eu confundi minhas intenções) e 2. com isso, tenho um carinho imensurável por você e quero muito que nos tornemos íntimos e que tudo fique bem.

da sua mais nova amiga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário